A família Bélier

La-Famille-Bélier-posterSem dúvida um dos melhores filmes que vi nos últimos meses, A Família Bélier promete diversão e encantamento.

Os Bélier, com B de bezerro, moram na área rural de uma pequena cidade da França. Como a mãe (Karin Viard), o pai (François Damiens) e o irmão (Luca Gelberg) da adolescente Paula (Louane Emera) são surdos-mudos, é ela quem dá voz à família e ajuda a administrar a fazenda. Durante o fim de semana, na feira, ela também é a responsável por se comunicar com os clientes e vender os queijos.

Como toda adolescente, Paula está apaixonada por um garoto na escola e se inscreve no coral para ficar mais próxima dele. Porém, seu talento é descoberto pelo professor (Eric Elmosnino), que a incentiva a participar de um concurso em Paris. Ao contrário do simples conflito “a filha que sai de casa para estudar”, Paula tem o adicional de ter uma família que depende dela para se comunicar com a sociedade em que vivem. Seguir seus sonhos pode não ser tão simples assim.

Uma das melhores cenas é a que Paula faz uma apresentação com o coral na escola – o áudio é retirado e ficamos apenas com as imagens, compartilhando o sentimento da família surda-muda. Enquanto um pesado silêncio se instaura na sala de cinema, temos a angustiante experiência de querer ouvir e não poder.

Mais uma vez, eu não recomendo assistir ao trailer todo. Veja os primeiros segundos, para ter uma ideia, mas pare antes que todo o trunfo do filme seja entregue.

Em sua estreia no cinema, Louane Emera foi descoberta aos 16 anos no programa The Voice. 


Título original: La Famille Bélier

Direção: Éric Lartigau

Duração: 100 minutos

Recomendação: 12 anos

País/Ano: França/2014

Compartilhe: